Category Archives: Desktop

Saltando para dentro da piscina: Como ganhar um lucro na mineração Bitcoin e Ether

Onde você pode extrair Bitcoin e Ether em 2020? Aqui estão as principais dicas sobre as piscinas de mineração e o que você precisa saber antes de se juntar a uma delas.

Nos últimos meses, os mineiros em todo o mundo têm sido extremamente ativos, o que pode ser visto através de picos nas taxas de haxixe que coincidiram com um aumento significativo nos preços das moedas criptográficas. No início de 2020, o Ether (ETH) poderia ser comprado por US$ 130, e agora, o ETH chegou a US$ 500. O rei das moedas criptográficas, Bitcoin (BTC), acrescentou quase US$ 10.000 ao seu preço.

Então, como os usuários podem se envolver com a indústria? O que tem sido óbvio já há algum tempo é que a mineração a solo não é o caminho a seguir. Para Bitcoin Code Ether e cada grande altcoin, a cadeia de blocos é construída de tal forma que a complexidade de encontrar blocos aumenta constantemente, o que significa que um par de cartões GPU não é poderoso o suficiente para gerar um bloco.

A questão não é que o equipamento não é suficientemente poderoso para extrair o Éter, mas sim matematicamente impossível. Um equipamento pode ficar ali sentado procurando por um bloco durante vários meses. Se estamos falando de mineração de Bitcoin em ASICs, então vai levar ainda mais tempo.

+É mais fácil ir à falência em equipamentos e eletricidade do que minerar o crypto sozinho. O cálculo é simples: divida a taxa total de hash do Ether pela sua taxa de hash e obtenha o número de segundos que levará em média para encontrar um bloco.

Portanto, parece lógico que os mineiros se reuniriam em grupos de mineração, especialmente hoje, já que até mesmo empresas não mineiras estão começando a lançar tais produtos. Por exemplo, a Binance lançou recentemente seu próprio pool de mineração para o Ether.

O que saber antes de se juntar a uma piscina de mineração

Um pool de mineração é um servidor que combina o poder computacional de todos os participantes conectados a ele. Os mineiros entram no pool pela Internet, realocando seu hardware para o pool. Eles realizam em conjunto soluções matemáticas para encontrar blocos de uma moeda criptográfica específica.

Quando o pool encontra um bloco, o pool obtém um consenso de outros participantes da rede, e então recebe uma recompensa. Esta recompensa é compartilhada entre todos os membros do pool de acordo com a quantidade de taxa de hash fornecida.

Antes de escolher um pool, é importante saber o tamanho do pool. Quando um pool cresce, as chances de descobrir um bloco aumentam. Mas quanto mais pessoas aderem ao pool, menor é o lucro que cada participante recebe. Esta é uma espada de dois gumes: pagamentos pequenos, mas frequentes, ou pagamentos maiores, mas com menos freqüência.

Antes de aderir ao pool, os usuários precisam descobrir o pagamento mínimo, que é a quantidade mínima de criptografia que deve ser minerada antes de ser enviada para a carteira dos usuários. Se o pagamento mínimo for alto, então o usuário terá que fazer parte do pool por um longo tempo antes de receber qualquer renda.

Outra coisa importante que deve ser mencionada é que a participação em qualquer pool não é gratuita. Os usuários pagam uma certa porcentagem de sua renda pela participação. Normalmente, tal comissão varia de 1% a 3%. Em geral, a participação em qualquer pool não requer investimento e conhecimento sérios, e se o usuário já montou um equipamento, então não será difícil descobrir qual pool escolher. Aqui está o que prestar atenção ao escolher um pool, independentemente da moeda criptográfica minerada:

O número de participantes no pool, o que afeta a renda individual. Tempo de ping, ou tempo de atraso, que é resultado da necessidade do computador do usuário de transferir informações para o pool. O tempo de ping depende da distância territorial – quanto menor o ping, menor o atraso no tempo e mais rápido os dados são transferidos. Um ping alto não é apropriado porque há pausas entre mudanças de bloco em redes de moedas criptográficas, e com ping alto, o computador do usuário pode rever em vão os valores para o bloco antigo e o meu. Normalmente, um ping confortável é de até 10 milissegundos;

O tamanho do pagamento mínimo, que não deve ser muito grande, caso contrário, o pagamento pode não ocorrer por muito tempo. Há muitos pingos que são fraudulentos ou que levam uma quantia maior de renda. Os usuários precisam descobrir a reputação do pool com antecedência.

Após a construção de uma plataforma, é hora de escolher uma piscina de mineração. É claro que a maioria das piscinas trabalha para a mineração Bitcoin ou Ether. Abaixo estão algumas das piscinas mais populares utilizadas para a mineração das duas principais moedas criptográficas. Para a Bitcoin, quase todas as piscinas principais estão sediadas na China, o que não é surpreendente, já que o país produz a maior parte das ferragens da mineração Bitcoin.

F2Pool

Fundada em 2013, a F2Pool é uma das mais antigas piscinas chinesas, e é de interesse primário para os mineiros de Bitcoin. A piscina representa quase um quinto da quantidade total de BTC extraídos. A piscina utiliza Pay Per Share+, ou PPS+, como modelo de pagamento no qual o mineiro recebe uma recompensa por cada ação aceita pela piscina, independentemente dos blocos encontrados pela piscina. O pool determina o custo de cada ação independentemente, levando em conta a complexidade da rede, recompensa, tempo de bloco e o próprio poder do pool.

Além do Bitcoin, o pool minera mais de 40 moedas. A comissão, dependendo da moeda, varia de 1% a 5%. Quanto ao Bitcoin, o pool leva 2,5% das recompensas como comissão, e os pagamentos são feitos uma vez por dia. Os usuários devem retirar o dinheiro ganho dentro de 90 dias, caso contrário, o pool o guardará para o desenvolvimento do serviço.

Poolin

Poolin é um pool de propriedade da empresa controladora Blockin que foi lançado em 2017. O pool é popular entre os mineiros de Bitcoin. A Poolin oferece várias moedas para escolher: Ether, Bitcoin Cash (BCH), Bitcoin SV (BSV), Litecoin (LTC) e assim por diante. As taxas de comissão não são fixas; ao contrário, são estabelecidas para cada moeda criptográfica separadamente, com uma taxa de 2,5% para o BTC.

O modelo de pagamento depende da moeda escolhida: PPS ou Full Pay Per Share, conhecido como FPPS. Sob este último método, o pool também distribui as taxas de transação entre os mineiros, o que acrescenta 10% a 20% a sua renda. Este método é usado para pagar pela mineração de Bitcoin.

Uma característica notável é que a Poolin fornece mineração em ASICs e GPUs da Nvidia e AMD. A equipe de desenvolvimento atualiza regularmente o software a cada duas semanas para garantir a estabilidade do serviço.

BTC.com

O BTC.com é uma das maiores piscinas internacionais de mineração de moedas criptográficas. É controlada por um conhecido fabricante de equipamentos de mineração Bitmain, que produz uma linha de mineiros ASIC sob a marca Antminer. A plataforma baseada na China foi lançada em 2013.

A comissão para cada bloco minerado pela piscina é fixada em 4%. Além da Bitcoin, várias outras moedas criptográficas podem ser extraídas através do BTC.com, incluindo a Bitcoin Cash e a Litecoin. Os representantes do pool de mineração mantêm registros da renda de seus usuários.

AntPool

O AntPool é um projeto chinês que foi lançado em 2014. Assim como a BTC.com, a piscina é controlada pela Bitmain. Além da BTC, o AntPool pode extrair mais sete moedas criptográficas, incluindo as moedas privadas Dash e Monero (XMR).

Os pagamentos são feitos diariamente, e o serviço tem comissões baixas, com alguns pagamentos feitos com taxas zero. No AntPool, os pagamentos são feitos principalmente usando o método padrão, Pay Per Last N Share – ou PPLNS – no qual os usuários recebem pagamentos para a última ação com base na sorte do pool.

Com este método, não há pagamento fixo para a ação, e a principal questão é a velocidade de encontrar um bloco. Quando um pool usa o método PPLNS, o pagamento vem do „deslocamento de tempo“ entre a busca de dois blocos. Isso significa que se o bloco não for encontrado por um longo tempo, o pagamento aumenta gradualmente.

Uma característica distintiva do pool é a capacidade de trabalhar em modo „solo“ – mas não no sentido literal. O pool torna possível realizar a mineração „solo“ através de esforços conjuntos. Isto significa que o usuário cujo equipamento tenha descoberto o bloco receberá o pagamento.

SparkPool

A SparkPool está registrada na China e foi lançada em janeiro de 2018, e meio ano depois, a piscina entrou na lista dos líderes em mineração de Éter. Além disso, a SparkPool permite a mineração de moedas como a Base de Conhecimento Comum da Nervos (CKB), Grin, e Beam.

A mineração ocorre usando o algoritmo Ethash, e os pagamentos ocorrem usando o método PPS+. Os pagamentos são feitos todos os dias, com base no Tempo Padrão de Cingapura, e o valor mínimo para pagamentos é de 0,1 ETH. No dia 28 de cada mês, os fundos são retirados automaticamente se o saldo for superior a 0,0105 ETH, e a taxa de retirada é de 1%.

O registro no pool é opcional. Os usuários podem extrair anonimamente, mas se assim for, nem todas as funções do pool estarão disponíveis.

Ethermine

Ethermine é uma das mais populares piscinas dedicadas à mineração de éteres. Esta piscina é a maior para o Ethereum. Os servidores de pool estão localizados na Europa, Ásia e Estados Unidos.

O pool usa o modelo de pagamento PPLNS. O valor mínimo de pagamento é o equivalente a 0,5 ETH, e o valor máximo é 10 ETH. Não há comissão para a retirada de fundos, e o pagamento vem instantaneamente se a rede da cadeia de bloqueio for estável. O pool é destinado apenas para a mineração de moeda criptográfica em processadores GPU.

SpiderPool

SpiderPool é um projeto chinês de cinco anos que suporta apenas quatro moedas: ETH, BTC, BSV e BCH. No entanto, a piscina é bastante popular entre os mineiros do Ether.

Não há muita informação disponível para usuários não chineses, mas a comissão do pool é de 2%. O valor mínimo de pagamento depende da moeda, mas uma vez por semana, os usuários podem solicitar um valor abaixo do limite mínimo. Caso contrário, os pagamentos são feitos automaticamente uma vez por dia.

Nanopool

Nanopool é especializada em moedas que são em sua maioria cunhadas usando cartões GPU. Atualmente, são apoiadas as minas Ether, Ethereum Classic (ETC), Zcash (ZEC), Monero, Ravencoin (RVN) e Pascal (PASC). O pool permite aos usuários extrair não somente uma única moeda criptográfica, mas também duas moedas criptográficas diferentes simultaneamente, com uma distribuição proporcional do poder entre elas. Como qualquer outra piscina de mineração, Nanopool tem uma taxa que é cobrada com base na renda de seus usuários. O pool utiliza o método de pagamento PPLNS.

A retirada do Éter do saldo da conta de um mineiro para sua carteira é realizada automaticamente em Nanopool quando o pagamento mínimo é atingido, que é 0,05 ETH.

Nanopool não tem um cronograma de pagamento claro, mas os pagamentos acontecem em várias etapas ao longo do dia. Assim que o saldo da conta do mineiro exceder o valor mínimo estabelecido, ele será pago durante a próxima rodada de pagamento.

Para minerar ou não minerar?

Ao escolher um pool, cada pessoa deve prestar atenção à lista de moedas disponíveis para garantir que sua moeda de escolha esteja na lista. Além disso, considere o modelo de pagamento e comissão, pois um pool que oferece a menor comissão e paga pelas transações é preferível. Outra questão é a proximidade dos servidores do pool: quanto mais próximo o servidor, mais estável será o processo de mineração.

Relacionado: As melhores placas gráficas criptográficas de mineração para obter um big bang por seu dinheiro

Em geral, pode-se dizer que não importa a moeda que o usuário escolha, é pouco provável que ele perca ao utilizar uma piscina de mineração. De acordo com Chun Wang, co-fundador da F2Pool, toda a indústria de mineração está atualmente em ascensão:

„A mineração de bitcoin e outras moedas criptográficas continuam a crescer, exatamente como no ano passado. Graças à DeFi, houve um período de altas taxas de transação na rede ETH nos últimos meses, levando a receita da mineração ETH a ser muito maior do que o normal. As pessoas foram atraídas a comprar máquinas de mineração relacionadas para extrair a ETH. Com o declínio da receita de mineração, a paixão dos mineiros pela participação da ETH na mineração desvaneceu-se recentemente. Mas o aumento do preço da BTC e de outras moedas torna a mineração mais lucrativa, mais pessoas estão dispostas a participar da mineração agora“.

The SEC asks a court to order Telegram to pay $1.2 billion back to its investors

The U.S. Securities and Exchange Commission, or SEC, has filed a proposed final court ruling regarding the cancelled Telegram Open Network project.

In the proposed final judgment, filed on June 25, the SEC asked the United States District Court for the Southern District of New York to order $1 million in fines for multiple defendants in connection with the case.

„The defendants are jointly and severally liable for the return of $1.2 billion,“ the SEC wrote in the proposed ruling. As of this writing, the court has received the sentence. Although the court has „reviewed and approved the form of the proposed judgment,“ it is not yet final.

A bad start for Russia’s blockchain voting system soon after it went online

Telegram agreed to return the $1.2 billion to investors and SEC fines
Of the total $1.2 billion for the refund, $1.19 billion represents the amount that the defendants have paid as termination amounts, or the original contracts to be paid to the investors. Meanwhile, Telegram Group is liable for a civil penalty Bitcoin Method of $18.5 million, payment of which must be made within 30 days after entry of the proposed judgment, the SEC wrote.

According to the document, Telegram has agreed to pay the $18.5 million fine following a settlement reached on June 11.

Dragonchain to display ‚demonstrably fair‘ blockchain system on cable TV

The amount of the fine will go to the United States government „for any purpose“
According to the ruling, the SEC must send funds paid pursuant to the ruling to the U.S. Department of the Treasury. The amount requested to be paid must be treated as „fines paid to the government for any purpose,“ including all tax purposes, the SEC wrote.

In the judgment, the SEC specified that the defendants can make the payment electronically through the Automated Clearing House network or Fedwire Funds Service. The regulator said the payment also can be made directly from a bank account through Pay.gov via the SEC’s website, as well as certified checks, cashier’s checks or U.S. postal money.

Judge approves investor class action lawsuit over $70 million fraudulent ICO
Telegram will have 30 days to pay if the sentence is accepted by the court
In the event that the defendants do not send the amount within 30 days of the entry of the judgment, the SEC may enforce the Court’s judgment by rescission and civil penalty, through a civil contempt motion.

The SEC went on to explain that the defendants waive all rights to the funds:

„By paying the Termination Amounts (as that term is defined in Section 1.1 of the „Grams Purchase Agreements“), or the restitution and civil penalty amounts to the Commission, Defendants are giving up all legal and equitable rights, title and interest in such funds and no part of the funds will be returned to Defendants.

Verwaltung einer Heimnetzgruppe

Ist es Ihnen auf Ihrem Windows 8.1/8 oder Windows 10 passiert, dass Sie Ihren Computer neu starten und feststellen, dass das Heimnetzgruppensymbol plötzlich auf Ihrem Desktop erscheint? Es ist mir mehrmals passiert, und ich habe mich gefragt, warum dies passiert ist, wenn ich die Heimnetzgruppenfunktion nicht verwende, und wie man dieses Heimnetzgruppensymbol entfernt. Manchmal erschien das Heimnetzgruppensymbol zufällig, blieb eine Weile und verschwand automatisch. Wenn das Heimnetzgruppe löschen nicht möglich ist, kann dies verschiedene Ursachen haben. Zu anderen Zeiten steckte er fest und wollte nicht weggehen. Das Erscheinen dieses Heimnetzgruppensymbols ist nicht auf einen Virus zurückzuführen – es scheint nur ab und zu aufzutauchen – zufällig!

Symbol für Heimnetzgruppe entfernen

Windows Startmenü verwalten

Bevor Sie fortfahren, lesen Sie Helge Neumanns einfachen Tipp unten, um den Desktop zu aktualisieren – und ihn verschwinden zu lassen. Als nächstes erstellen Sie einen Systemwiederherstellungspunkt. Wenn Sie nun Teil einer Heimnetzgruppe sind, wird das Symbol beim Verlassen der Heimnetzgruppe über die Systemsteuerung verschwinden. Wenn du es nicht bist, dann willst du diese Vorschläge ausprobieren und sehen, ob einer von ihnen dir hilft.

1] Öffnen Sie die Systemsteuerung > Personalisierung, öffnen Sie die Desktop-Symbol-Einstellungen und aktivieren und deaktivieren Sie zunächst das Kontrollkästchen Netzwerk. Klicken Sie auf Übernehmen und Beenden.

2] Öffnen Sie über die Systemsteuerung > Netzwerk und Freigabecenter die erweiterten Freigabeeinstellungen in der Systemsteuerung und überprüfen Sie, ob die Option Netzwerkerkennung deaktivieren hilft.

3] Öffnen Sie die Systemsteuerung > Ordneroptionen > Registerkarte Ansicht. Deaktivieren Sie das Kontrollkästchen Use Sharing Wizard (Recommended) und klicken Sie auf Apply. Dann überprüfen Sie es wieder und klicken Sie auf Übernehmen. Das Heimnetzgruppensymbol wird von Ihrem Windows 8-Desktop entfernt und sollte nicht mehr erscheinen.

4] Wenn Sie die Heimnetzgruppe nicht verwenden, dann können Sie den Services Manager oder die services.msc öffnen und die Dienste Homegroup Listener und Homegroup Provider deaktivieren. Ändern Sie ihre Starttypen von Manuell auf Deaktiviert. Der Dienst Homegroup Provider übernimmt Netzwerkaufgaben im Zusammenhang mit der Konfiguration und Wartung von Homegroups. Wenn dieser Dienst gestoppt oder deaktiviert wird, kann Ihr Computer keine anderen Heimnetzgruppen erkennen und Ihre Heimnetzgruppe funktioniert möglicherweise nicht ordnungsgemäß. Der Dienst Homegroup Listener nimmt lokale Computeränderungen vor, die mit der Konfiguration und Wartung des mit der Homegroup verbundenen Computers verbunden sind. Wenn dieser Dienst gestoppt oder deaktiviert wird, funktioniert Ihr Computer in einer Heimnetzgruppe nicht ordnungsgemäß und Ihre Heimnetzgruppe möglicherweise nicht ordnungsgemäß.

5] Wenn das Symbol weiterhin auf dem Desktop erscheint, sichern Sie zuerst Ihre Registrierung, öffnen Sie dann den Registrierungseditor oder regedit und löschen Sie den folgenden Schlüssel. Computer\HKEY_LOKAL_MACHINE\SOFWARE\Microsoft\Windows\CurrentVersion\Explorer\Desktop\NameSpace\

Dieser Ordnerschlüssel {B4FB3F98-C1EA-428d-A78A-D1F5659CBA93} bezieht sich auf das Symbol Heimnetzgruppe. Wenn Sie beim Löschen des Schlüssels einen Fehler erhalten, müssen Sie möglicherweise die Kontrolle über den Registrierungsschlüssel übernehmen ODER Sie können den Dienst Homegroup Listener und Homegroup Provider wie oben erwähnt deaktivieren und sehen, dass dies Ihnen ermöglicht, den Registrierungsschlüssel zu löschen. Ich hoffe, dass etwas bei dir funktioniert. Wenn für Sie nichts funktioniert, können Sie Ihren Windows 8-Computer wieder an den erstellten Wiederherstellungspunkt zurücksetzen. Hast du dieses Verhalten bemerkt? Ich habe und manchmal erschien es, nachdem ich Disk Cleanup und einen Registry Cleaner benutzt hatte – aber ich habe keine Ahnung, ob es in irgendeiner Weise verbunden ist. Wenn du eine Idee davon hast, teile bitte im Kommentarbereich…. oder dann ist es vielleicht einfach ein Fehler, bei dem das Heimnetzgruppensymbol zufällig auf dem Desktop erscheint.

HINWEIS

Helge Neumann empfiehlt unten in den Kommentaren, dass Sie die Desktops aktualisieren. Ja, das funktioniert, also versuche es zuerst.
Waxinator schlägt vor, dass Sie die Heimnetzgruppe einfach über Systemsteuerung > Heimnetzgruppe > „Heimnetzgruppe verlassen“ verlassen können.